Tempo de Leitura: 3 minutos

por Cris Santos

‘Cuidar da água, é cuidar de nós e de todas as formas de vida.’

A ÁGUA é um grande organismo vivo, que assim como o oxigénio, é essencial para a vida de todos os seres que habitam o planeta Terra. Por esse motivo é considerada um símbolo sagrado para a maioria das religiões.

Mas já pensaste no privilégio que é teres acesso a água potável?

Estima-se que 1 em cada 9 pessoas no mundo não tenham acesso a água potável e ainda assim esta continua a ser subvalorizada. 

Cuidar da água é demonstrar gratidão por esse bem tão precioso que sustenta a vida.

 Somos 70% água e 70% da superfície do planeta é composta por este elemento. 

Do total desse volume, 97% é de água salgada dos mares e oceanos.

Apenas 3% são de água doce, sendo 2% em estado sólido localizada em geleiras e apenas 1% em rios, lagos e lençóis subterrâneos que são usados prioritariamente para abastecimento humano, produção industrial e criação de animais em cada vez maior escala.

 O acesso ao consumo de água potável, essencial para a manutenção da vida e da saúde, é uma necessidade fundamental a todos os seres vivos. Mesmo assim, quase metade da população mundial não tem acesso à água de qualidade e ao saneamento básico.

 Apesar de ser um recurso renovável, a água disponível é escassa e está sendo usada de forma inconsciente e inconsequente pois grande parte está poluída ou é desperdiçada.

 Isso leva-nos a refletir sobre nossos deveres de consumirmos de forma consciente este bem natural precioso, para que se mantenha saudável e seja acessível a todos, inclusive aos animais.

Pode ser simples gerar um impacto positivo no planeta.

Mediante simples atitudes cada um de nós pode colaborar muito com a preservação dos recursos hídricos e a melhoria da qualidade da água para as presentes e futuras gerações.


Partilhamos algumas sugestões para todos contribuirmos na preservação da água:

O CONSUMO CONSCIENTE E A ÁGUA VIRTUAL

A Água virtual refere-se à quantidade de água utilizada, de forma direta ou indireta, na produção de algum bem ou serviço.

 É importante termos consciência que o nosso consumo total de água não se prende apenas na nossa utilização direta da água, mas sim de toda a quantidade que é gasta para a produção dos produtos que consumimos diariamente.

 Por exemplo:

Comprar menos roupa significa diminuir o nosso consumo de água.

A indústria têxtil consome 4% da captação mundial de água doce anual.

Assim como optar por comprar alimentos de produtores locais, que fazem reaproveitamento das águas da chuva e não utilizam pesticidas que contaminem os lençóis freáticos.

A produção agropecuária consome 70% de toda a água consumida no planeta.


 
A ÁGUAS NAS NOSSAS TAREFAS DIÁRIAS

O que podemos fazer?

. Reaproveitar a água da limpeza da casa na descarga do autoclismo.

. Quando chover, colocar baldes no jardim/varanda, de forma a armazenar água e posteriormente aproveitá-la nas tarefas de  limpeza, rega, etc.

. Na hora de descongelar o congelador, utilizar as placas de gelo derretido, para regar as plantas e o jardim.

. Utilizar a água de cozer legumes para fazer sopas, ou esperar que arrefeça e utilizar na rega das plantas.

. Lavar a loiça numa bacia com água e utilizar produtos biodegradáveis, evitando assim a contaminação dos recursos hídricos. (e porque não aprender a fazer os próprios produtos de limpeza da casa?).

. Tomar banhos rápido. Um duche prolongado pode gastar cerca de 100 litros.

. Optar por produtos de higiene pessoal e cosmética que valorizam as matérias-primas naturais, sem sais, parabenos, toluenos e outras substâncias químicas que agridem o meio ambiente. 

. Utilizar apenas um copo de água e um dentífrico natural para lavar os dentes.

. Utiliza a máquina de lavar roupa, apenas quando tiver a carga máxima e quando necessário. 

. Preferir tecidos naturais como lã, algodão, seda e caxemira, preferencialmente de provenientes de agricultura biológica, em vez de fibras sintéticas, que libertam micropartículas na hora de lavar.

Por fim e não menos importante, quando respiras, bebes ou tomas banho, sente gratidão pela água que recebes e pela água que vive em ti.


Temos nas nossas mãos toda a força necessária para mudar o rumo da nossa relação com o planeta. Se assumirmos a nossa responsabilidade e nos reconhecermos como seres empoderados, será muito mais fácil regenerar e transformar a forma como cuidamos da água.

Como diz um provérbio africano: “Pessoas simples, fazendo coisas pequenas, em lugares pouco importantes, conseguem mudanças extraordinárias”.

 Eu acredito nisso e dedico-me ao máximo para que mereçamos viver neste planeta tão belo e misterioso. E tu? 

Pin It on Pinterest